Tópicos recentes

INAUDITO (2017) – Gregorio Gananian

Por Pedro Tavares Em 2016, Paula Gaitán dirigiu o longa Sutis Interferências, uma espécie de filme No Wave para o músico Arto Lindsay. Uma dissonante versão de Blank Generation (Amos Poe, 1976). Um ano depois, nasce o seu filme complementar: Inaudito investiga as mesmas dissonâncias por caminhos inversos através da figura de Lanny Gordin. O … Continue lendo INAUDITO (2017) – Gregorio Gananian

O AUTOR ATERRORIZADO: SUBYBAYA

Por Bárbara Felice Subybaya (2017) começa com o som de um VHS sendo rebobinado. Voltar, chamar a atenção pro objeto, pro dispositivo; retomar, restaurar, manipular uma mídia. A questão de gênero é a próxima informação que apresenta a protagonista: uma mulher cisgênero sai de um banheiro masculino. Me engajo e espero por experimentações e revisões … Continue lendo O AUTOR ATERRORIZADO: SUBYBAYA

AS IMAGENS SÃO CAMPOS DE BATALHA

Por Luisa Marques Corpos e subjetividades estão em disputa constante. “Your body is a battleground” (1989) é um trabalho da artista americana Barbara Kruger e foi produzido no contexto de protestos em apoio à liberdade reprodutiva da mulher, nos Estados Unidos.  Mas a própria Kruger já sabia que, além dos corpos, outros importantes campos de … Continue lendo AS IMAGENS SÃO CAMPOS DE BATALHA

DO SUBTEXTO AO PÓS-HORROR – A CINEFILIA VERSUS O CINEMA DE GÊNERO

Por Bernardo Moraes Chacur Devemos deixar o cinema morrer ou já seria um avanço matar a cinefilia, tal como a conhecemos e praticamos? Caso estejamos diante de uma crise, ela se concentra na indústria cinematográfica ou se instala igualmente em nossa cultura de valorização? Nas próximas linhas, tentaremos refletir sobre essa questão a partir das … Continue lendo DO SUBTEXTO AO PÓS-HORROR – A CINEFILIA VERSUS O CINEMA DE GÊNERO

Mais Postagens