Tag Archives: Claude Chabrol

Nas Garras do Vício (Le Beau Serge – Claude Chabrol, 1958)

Se em diversos filmes de Claude Chabrol o mistério residia em algum movimento da mise en scène (um plano sequência, geralmente, que elucida mais do que vemos: um interesse oculto), em Nas Garras do Vício o mistério é o de corpo presente. … Continue reading

4 Comments

Filed under Comentários

Uma Garota Dividida em Dois (Claude Chabrol, 2007)

Tudo que está em tela em Uma Garota Dividida em Dois parece um jogo de Claude Chabrol. Ao mesmo tempo que existe o paradoxo, existe a obviedade. Gabrielle das Neves (Ludivine Sagnier, a mulher mais hipnótica do cinema, atualmente) se … Continue reading

Comments Off

Filed under Comentários